Início do conteúdo

ÓBITO INFANTIL: QUALIDADE DAS INVESTIGAÇÕES DO MUNICÍPIO DE NATAL/RN

RESUMO

A investigação da Mortalidade Infantil é uma importante estratégia que permite dar visibilidade ao perfil dos óbitos, e a boa qualidade das informações se faz necessária para garantir a eficiência da vigilância dos óbitos e subsidiar ações de controle e prevenção de novos eventos. Apesar de importantes avanços nos Sistemas de Informação, em especial o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), alguns estudos apontam fatores que comprometem a qualidade das informações, sobretudo os relacionados à completude e à consistência. Esse estudo tem o objetivo de analisar a qualidade das investigações dos óbitos infantis do município de Natal/RN, no período de 2010 a 2015. Trata-se de um estudo epidemiológico do tipo transversal, de natureza exploratória e descritiva, que será realizado através de uma abordagem quantitativa. Foram utilizados os dados do SIM municipal, considerando o universo dos óbitos de menores de um ano, de mães residentes em Natal/RN, ocorridos entre os anos de 2010 a 2015. A completude e a consistência foram analisadas a partir das variáveis contidas na Declaração de Óbito (DO) e na Ficha Síntese (FS). Os resultados mostraram que ocorreu uma ascensão gradual na proporção de investigação dos óbitos notificados ao longo dos anos do estudo, no entanto foram observados atrasos significativos para sua conclusão. O preenchimento das variáveis contidas na DO e na FS foi considerado satisfatório, entretanto algumas inconsistências foram encontradas nos dados, mostrando a necessidade de melhorar a qualidade dos registros nas investigações.

Palavras-chave: Mortalidade Infantil; Sistemas de Informação sobre Mortalidade; Qualidade da Investigação.

Voltar ao topoVoltar