Início do conteúdo

ANÁLISE DOS SABERES E DIZERESDAS JUVENTUDES SOBRE AS PRÁTICAS DO CUIDADO EM SAÚDE SOBRE ALCOOLISMO

RESUMO

O alcoolismo na adolescência deve ser tratado com abordagem educativa no ambiente escolar por profissionais de saúde e instituições comprometidas com a promoção da saúde e prevenção de agravos junto à população juvenil. Assim, este estudo objetivou analisar os saberes e dizeres das juventudes sobre as práticas de cuidado dos jovens escolares sobre alcoolismo a partir dos arquivos de áudio gravados no Programa: “Em Sintonia com a Saúde” veiculada na Web Rádio AJIR. Tratou-se de uma pesquisa documental, descritiva e exploratória com abordagem qualitativa. O estudo foi desenvolvido em um ambiente virtual de comunicação dialógica, a web rádio na Internet. A amostra foi constituída por estudantes que participam dos programas Em Sintonia com a Saúde com o tema alcoolismo. A coleta de dados foi realizada entre os meses de junho a julho de 2016, mediante a análise e transcrição dos conteúdos dos arquivos de áudios e pastas hospedadas nos computadores que transmitem a programação da emissora digital. Utilizou-se da Análise de Conteúdo na perspectiva de Bardin, para analisar os dados. Os preceitos éticos foram considerados conforme a Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde. Após a transcrição dos áudios, foram organizadas e analisadas o conteúdo dos discursos, dos quais elaborou-se 5 categorias, a saber: 1. Percepção dos jovens sobre alcoolismo; 2. Vulnerabilidade do adolescente ao uso e abuso do álcool; 3. Consequências físicas, psíquicas e sociais do alcoolismo nos questionamentos dos jovens quanto ao consumo e abuso de álcool; 4. Estratégias usadas para redução de danos e prevenção do consumo de álcool pelos adolescentes e 5. Comunicação produzida sobre alcoolismo na Web Rádio AJIR como uma prática de cuidado educativo em saúde. Percebeu-se que as juventudes estão iniciando o consumo de álcool precocemente, por volta dos 15 anos, independente do sexo. Dentre os fatores que favoreceram a este consumo, foram citadas as propagandas de bebidas alcoólicas, os problemas familiares, a facilidade do acesso ao álcool e a falta de regras em casa. As principais consequências do consumo abusivo do álcool, em curto prazo, foram acidentes de trânsito, violências e agressões, atividade sexual não planejada e conflitos com a lei ou no trabalho. Os problemas, em longo prazo, foram danos aos diversos órgãos (fígado e coração), câncer relacionado ao consumo de álcool, perda de relacionamentos pessoais, de emprego e problemas financeiros, além dos transtornos mentais. A Estratégia de Saúde da Família surgiu nos discursos dos sujeitos, representada por uma equipe multiprofissional capaz de proporcionar qualidade de saúde através da educação em saúde. A comunicação através da Tecnologia Digital de Informação e Comunicação foi vista como uma prática de cuidado educativa. Conclui-se, portanto, que a interação entre jovens 6 escolares através da Web Rádio AJIR configurou-se como ferramenta pedagógica para produção e disseminação do conhecimento científico, possibilitando a formação de um sujeito crítico, reflexivo e humanista.

Palavras-chave: Alcoolismo. Juventude. Saúde Escolar. Tecnologias Digitais.

Voltar ao topoVoltar