Início do conteúdo

AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO EM SAÚDE BUCAL À PESSOA IDOSA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO

O envelhecimento populacional é um fenômeno crescente. A maior parcela desta população apresenta baixos níveis socioeconômico e educacional com alta prevalência de distúrbios crônicos e geradores de incapacidades, exigindo do sistema de saúde uma abordagem e cuidados diferenciais. O desenvolvimento de estudos que avaliem ações dos profissionais que cuidam dessa população faz-se necessário em função do aumento de demandas no setor, que possui recursos limitados e custos cada vez mais elevados. Objetivou-se avaliar normativamente os componentes estrutura e processo da atenção em saúde bucal à pessoa idosa na Estratégia Saúde da Família, com base no referencial teórico-metodológico de avaliação de serviços de saúde proposto por Donabedian. Participaram do estudo 34 cirurgiões-dentistas que atuam nas equipes inclusas na Estratégia Saúde da Família no município de Juazeiro do Norte-CE. Os dados foram coletados por entrevista e observação direta nas unidades de saúde e o estudo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Identificou-se um processo de trabalho fragmentado com dificuldade em produzir um cuidado integral junto à população idosa. Destacam-se ainda, problemas na dimensão estrutural, observados pelo fornecimento insuficiente de insumos e materiais, como fatores limitadores para uma atenção plena e resolutiva. No tocante à promoção e educação em saúde, as ações são interventivas; ações reabilitadoras são pontuais e não significativas. Conclui-se que as práticas assistenciais de saúde bucal implementadas não implicam na efetivação do cuidado em saúde ao idoso, sendo necessário o comprometimento dos vários atores envolvidos no processo, alicerçando tais práticas em pilares como equidade, integralidade e participação social, produzindo autonomia no usuário e ampliação do cuidado. O cenário apresentado exibe a necessidade de capacitação dos recursos humanos em uma lógica acolhedora e humanizada.

Descritores: Avaliação de Serviços de Saúde; Saúde do idoso; Saúde bucal; Estratégia Saúde da Família.
.

Voltar ao topoVoltar