Início do conteúdo

AVALIAÇÃO DAS NECESSIDADES IDENTIFICADAS PELOS CIRURGIÕESDENTISTAS DA ATENÇÃO BÁSICA PARA O CUMPRIMENTO DOS INDICADORES EM SAÚDE BUCAL NO MUNICÍPIO DE FORTALEZA, CEARÁ

RESUMO

O presente estudo teve natureza exploratória, descritiva, com abordagem quali-quantitativa, no qual buscou avaliar as necessidades identificadas pelos cirurgiões-dentistas da atenção básica para o cumprimento dos indicadores em saúde bucal do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ) – Atenção Básica (AB) no município de Fortaleza, Ceará. Foi utilizado um questionário contendo 37 perguntas, sendo 23 questões fechadas e 14 questões semiestruturadas. Os resultados obtidos foram derivados dos questionários aplicados aos 137 (cento e trinta e sete) Cirurgiões-Dentistas (CD) da Atenção Básica (AB) do município de Fortaleza encontrados nas 06 (seis) regionais de saúde durante os encontros de educação permanente promovidos pela gestão municipal. Esse quantitativo de CD correspondeu a 70,25% de um universo de 195 (cento e noventa e cinco) CD cadastrados nas Equipes de Saúde Bucal (ESB) até outubro de 2013. A desmotivação, a descontinuidade no fornecimento de insumos odontológicos e a insegurança do profissional no manejo clínico relacionado à prótese dentária, ao atendimento das urgências odontológicas e para o diagnóstico de alteração da mucosa oral dos usuários, foram os principais problemas identificados que interferem para o cumprimento da maioria destes indicadores. Diante das constatações supracitadas, observou-se necessidade de investimentos no processo de educação permanente, na participação dos profissionais nos processos de planejamento e organização dos serviços, nas melhorias nas condições de trabalho, regularidade nas entregas dos insumos odontológicos, aquisição de instrumentais e melhorias nas relações de trabalho, sobretudo na humanização, promovendo a valorização e o reconhecimento do profissional nele inserido, para que se possa gerar a maior satisfação dos mesmos.

Palavras-chave: Saúde Bucal; Programa Saúde da Família; Avaliação em Saúde.

Voltar ao topoVoltar