Início do conteúdo

COMPETÊNCIAS PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE: UMA PROPOSTA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO
INTRODUÇÃO: A promoção da saúde (PS) com ênfase na educação em saúde é uma prática de grande relevância para implementar a atenção integral à saúde do adolescente. Para um cuidar direcionado à PS de adolescentes é necessário que os profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) desenvolvam competências como as definidas no documento Competências Principais em Promoção da Saúde (CompHP). OBJETIVO: Elaborar uma proposta de formação para os profissionais da ESF voltada para práticas educativas com adolescentes, orientada pelos domínios de competências do CompHP. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo intervencionista com abordagem qualitativa, realizado no município de Petrolina-Pernambuco-Brasil no período de dezembro de 2015 a julho de 2016. Utilizou-se como referencial teórico o documento do CompHP que define os domínios de Competências de Promoção da Saúde. Participaram do estudo dezenove profissionais de saúde da ESF. O estudo ocorreu em três momentos. O primeiro foi o da escuta qualificada, seguido da devolutiva dessa escuta aos participantes e o terceiro momento se deu por meio do delineamento de uma proposta de formação. A organização das informações obtidas se deu com base na proposta de Minayo e a análise a partir do referencial teórico e da literatura revisada para o estudo. RESULTADOS: Com a escuta qualificada foram desvelados os domínios de competências do CompHP presentes nas ações de educação em saúde realizadas pelos profissionais da ESF. Foram identificadas as necessidades de aprendizagem para a realização de processos educativos com os adolescentes. Identificou-se que apenas os domínios Implementação, Diagnóstico e Parceria estão presentes nas ações de educação em saúde realizadas pelos participantes, sendo que o domínio Implementação foi o mais fortemente expresso através da necessidade de apropriação da estratégia grupo. Ficou evidenciado, ainda, que os profissionais carecem de uma formação para a implementação de grupos com adolescentes. A devolutiva oportunizou o compartilhamento das evidências do estudo com os participantes e a confirmação do domínio Implementação como o mais evidente, conduzindo a coerência e a adequação do delineamento da proposta de formação com as necessidades de aprendizagem dos participantes. Por fim, se deu a elaboração de uma proposta de formação voltada para a implementação de grupo com adolescentes na ESF. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Este estudo possibilitou o reconhecimento dos domínios do CompHP presentes nas práticas de educação em saúde realizadas pelos profissionais da ESF para o público adolescente. Permitiu o delineamento de um processo de formação para atender as necessidades dos profissionais da ESF voltada para práticas educativas com adolescentes, orientada pelo domínio de competência Implementação com ênfase na estratégia grupo. Acredita-se que uma formação neste âmbito contribui para a realização de ações de educação em saúde mais eficazes e transformadoras com reflexos positivos a curto, médio e longo prazo na dinâmica de saúde da comunidade. Ademais, espera-se que o processo vivenciado junto aos participantes contribua para uma reflexão acerca das suas práticas educativas no âmbito da saúde do adolescente e que forneça subsídios para os profissionais que desejarem realizar ações de educação em saúde em outras dimensões da ESF.

Palavras-chave: Promoção da Saúde; Educação em Saúde; Adolescente; Saúde da Família.

Voltar ao topoVoltar