Início do conteúdo

DANÇA CIRCULAR COMO PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR: CONTRIBUIÇÕES PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE

RESUMO

Considerando a reforma Sanitária brasileira, que institucionalizou através do Sistema Único de Saúde - SUS a Atenção Integral à Saúde, a Portaria GM/MS Nº 971/2006, que implantou as Práticas Integrativas e Complementares (PICs) no SUS, e a necessidade dos usuários do SUS, dos profissionais de saúde e da gestão de utilização de práticas integrativas promotoras da saúde no serviço, este estudo, do tipo Pesquisa Ação Existencial-PAE, visa a analisar e descrever, à luz da abordagem Sociopoética, como os Ateliês de Dança Circular para profissionais de saúde poderão promover saúde, e contribuir com o reconhecimento e expansão desta prática na rede de serviços do SUS. A pesquisa foi desenvolvida na cidade de Natal/RN com um grupo de 15 profissionais de saúde do SUS. Os dados foram coletados através de três instrumentos metodológicos: questionários, diário vivencial e grupo focal. Visou-se conhecer as sensações e emoções expressadas pelos profissionais da saúde participantes dos Ateliês de Dança Circular; identificar a influência das Danças Circulares na promoção da saúde das participantes; e avaliar como as experiências vivenciadas na Roda de Dança Circular poderão contribuir para o reconhecimento e a expansão desta prática como uma PIC no âmbito da rede municipal de saúde de Natal. Como principal referencial teórico, foram utilizados o Paradigma da Salutogênese e a Visão Sistêmica da vida. Conclui-se que um conjunto de fatores salutogênicos presentes no Ateliê Dança Circular promoveram a saúde dos profissionais de saúde ao proporcionarem: equilíbrio, expansão da consciência, ludicidade e criatividade. Além disso, expandiu-se a utilização e reconhecimento da Dança Circular como Prática Integrativa e Complementar na rede de serviços do SUS, possibilitando a continuidade com a implantação da roda permanente de Dança Circular da SMS - Natal/RN: Roda Mandala de Luz.

Palavras-chave: Promoção da Saúde. Práticas Integrativas. Dança Circular.

Voltar ao topoVoltar