Início do conteúdo

DESVELANDO SABERES E PRÁTICAS DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE SOBRE A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE COLO UTERINO

RESUMO

A atuação do agente comunitário de saúde, profissional que compõe a Estratégia Saúde da Família, favorece a transformação de situações-problema que afetam a qualidade de vida da comunidade. Nesse sentido, focalizando nos altos índices de morbimortalidade por câncer de colo do útero e correlacionando-os às medidas de prevenção que lhe são necessárias, considera-se que a atuação adequada deste profissional pressupõe o sucesso da educação em saúde a favor da prevenção do câncer cervical. Os objetivos dessa pesquisa foram: analisar saberes e práticas dos ACS sobre a prevenção do câncer de colo uterino; promover a reflexão crítica dos ACS sobre as ações para a prevenção do câncer de colo do útero; identificar, a partir dos ACS, as estratégias que possam melhorar a adesão das mulheres às medidas de prevenção do câncer de colo do útero. O suporte metodológico utilizado ancorou-se na pesquisa convergente assistencial, mediada pela abordagem qualitativa. Realizaram-se entrevistas individuais, observação participante e utilizou-se um diário de campo para os encontros da roda de conversa e oficina temática versando sobre a temática em tela. Participaram do estudo 13 agentes comunitários de saúde na etapa de entrevista e sete nos demais encontros. A fase de análise baseou-se na proposta de análise de conteúdo de Bardin, com a categorização dos resultados das entrevistas, nas observações dos pesquisadores e pelo IRAMUTEQ®, um programa que realiza diagnósticos quantitativos de dados textuais. Os resultados apontaram que os saberes dos participantes sobre câncer de colo uterino apresentaram diversidades, envolvendo o saber com embasamento científico e o saber empírico, desvelando que o conhecimento e as práticas deles sobre o câncer do colo uterino indicaram lacunas e fragmentos. Diante desses resultados, torna-se importante pontuar que as estratégias para prevenção desse tipo de câncer devem ser planejadas desde os seus aspectos organizacionais, envolvendo a gestão, a equipe e as usuárias, havendo necessidade de educação permanente dos profissionais onde todos ensinam e todos aprendem pelo compartilhamento de saberes, sempre em busca da reparação e das melhoras para o atendimento assistencial à mulher.

Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde. Agente Comunitário de Saúde. Saúde da Mulher. Câncer de Colo do Útero.

Voltar ao topoVoltar