Início do conteúdo

EDUCAÇÃO INTERPROFISSIONAL E PRECEPTORIA NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO

A educação interprofissional (EIP) e a preceptoria são propostas de mudança no processo de trabalho em saúde na Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF). O objetivo do estudo foi compreender a percepção de preceptores e residentes sobre multiprofissionalidade, interprofissionalidade e preceptoria na RMSF.Trata-se de pesquisa qualitativa com a realização de dois grupos focais para coleta de dados, sendo um grupo com residentes e outro com preceptores da RMSF. Procedeu-se a análise de conteúdo com base em Bardin (2011). Os grupos focais foram orientados por um roteiro previamente estabelecido. Preceptores e residentes reconhecem a EIP como estratégia importante para o trabalho em saúde visando à integralidade do cuidado. Apontaram algumas estratégias de práticas colaborativas baseada no encontro dos atores envolvidos de maneira participativa e dialógica, como: reuniões para planejamento, execução e avaliação de ações de promoção e educação em saúde; matriciamento, Projeto Terapêutico Singular, consultas compartilhadas. A EIP apresentou-se como estratégia para a reorientação dessa formação e fortalecimento das relações interpessoais na Atenção Básica, tanto na equipe mínima quanto no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Percebeu-se a sensibilização e o reconhecimento do protagonismo de preceptores e residentes para o desenvolvimento de práticas interprofissionais colaborativas em saúde, compreendendo inclusive a necessidade de adoção dessas práticas no cotidiano dos serviços de saúde. Sugere-se que a interprofissionalidade seja tema a ser discutido na RMSF, oportunizando aprofundamento teórico vislumbrando diálogo participativo com o objetivo de propor uma agenda para a prática, ou seja, para cotidiano dos serviços onde estão residentes, estudantes de graduação, preceptores, outros trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), líderes comunitários, comunidade, gestores de saúde e de ensino.

Palavras-chave: ensino, preceptoria, educação interprofissional, comportamento cooperativo, comunicação, residência multiprofissional em saúde.

Voltar ao topoVoltar