Início do conteúdo

FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE QUE ATUAM NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA DO MUNICÍPIO DE CAUCAIA (CE)

RESUMO
Este estudo teve como objetivo avaliar a formação dos profissionais de saúde (médicos, dentistas e enfermeiros) que atuam na Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município de Caucaia (CE) de acordo com os aspectos legais e conceituais, dando destaque à Política Nacional da Atenção Básica. A pesquisa foi realizada no período de novembro a dezembro de 2015, com 119 profissionais de saúde, sendo 42% (n=50) enfermeiros, 37% dentistas (n=44) e 21% médicos (n=25). O instrumento utilizado para a coleta de dados foi um questionário, separado em três partes: dados de identificação, formação acadêmica e informações sobre a vida profissional (competências, habilidades e atribuições na ESF). Os dados coletados foram armazenados no banco de dados Epidata® 3.1 e analisados no pacote estatístico STATA® 12.0. Para as variáveis categóricas, foram realizadas estatísticas descritivas simples (proporção), enquanto para as contínuas/discretas foram empregadas medidas de tendência central. Para análise bivariada, o teste Qui-quadrado de Pearson e o teste de Fisher foram utilizados, considerando um nível de significância de 5%. Os resultados indicaram que a maioria dos profissionais de saúde era do gênero feminino, adultos jovens (média de 35 anos), concursados e com bom tempo de trabalho na ESF (média de 6,2 anos). A média do tempo decorrido da graduação e da última pós-graduação foi, respectivamente, 9,7 e 4,6 anos. Houve predominância de profissionais cujo grau máximo de titulação era especialização (principalmente em Saúde da Família e cursos voltados para especialidades clínicas). 54,6% (65) dos participantes apresentaram especialização em Saúde da Família, Saúde Pública e/ou Saúde Coletiva, sendo a melhoria da prática na ESF considerada o principal motivo para a busca por esta qualificação. Não houve associação estatística (p>0,05) entre a realização desses cursos e o cumprimento das atribuições específicas da ESF. Conclui-se que os profissionais de saúde de Caucaia (CE), em sua maioria, apresentam uma formação voltada para o modelo da ESF. Recomenda-se um maior incentivo para a realização de cursos com enfoque na ESF a fim de garantir uma conexão entre trabalho e formação a todos os
profissionais de saúde da Atenção Básica.
Palavras-Chave: Estratégia de Saúde da Família. Formação profissional em saúde.
Recursos humanos em saúde.

Voltar ao topoVoltar