Início do conteúdo

GUIDELINE PARA IDENTIFICAÇÃO DE SINTOMÁTICOS RESPIRATÓRIOS PELA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO
A Tuberculose (TB) continua sendo um importante problema de saúde em todo o mundo, exigindo o desenvolvimento de estratégias para o seu controle, considerando aspectos humanitários, econômicos e de saúde pública. O Brasil é o único país da América Latina incluído entre as vinte e duas nações responsáveis por 80% do total de casos de TB no mundo, ocupando a 16ª posição em relação ao número de casos novos e a 22ª posição em relação ao coeficiente de incidência (CI), prevalência e mortalidade Este estudo teve como objetivo a construção por profissionais da equipe de saúde da família de um guideline de cuidados voltado para identificação de sintomáticos respiratórios (SR), optando-se como referencial metodológico pela Pesquisa Convergente Assistencial. A pesquisa foi realizada com agentes comunitários de saúde e enfermeiros de uma Unidade de Saúde de Campina Grande do Distrito Sanitário VI. A coleta dos dados ocorreu em duas etapas: entrevista individual e oficina de trabalho em grupo, e para análise destes foram empregados os princípios da análise de conteúdo, modalidade temática. Emergiram das entrevistas semiestruturadas as categorias empíricas “Potencialidades” e “Fragilidades” da operacionalização da busca ativa de sintomáticos respiratórios segundo atributos da APS que alicerçadas pelas discussões na oficina de grupo originaram dois eixos de ações que sustentaram a elaboração do guideline: “Qualificação e expansão do acesso ao diagnóstico e à informação” e “Descentralização diagnóstica e organização de fluxos”. Como produto final todos os envolvidos construíram coletivamente um fluxograma de atendimento ao sintomático respiratório. Acredita-se que estes resultados, embora refletindo uma realidade local, possam conceber reflexões sobre o papel da equipe no controle da TB e produzir efeitos na melhoria das ações direcionadas à busca e identificação dos SR, contribuindo para a detecção precoce da doença e redução de complicações e óbitos associados à mesma, tendo em vista que apresenta uma tecnologia nova para o cuidado.
Descritores: Tuberculose; Atenção Primária à Saúde; Estratégia Saúde da Família.

Voltar ao topoVoltar