Início do conteúdo

PRIMEIRO EU: empoderamento de Agentes Comunitários para o protagonismo na promoção da Saúde.

RESUMO

O protagonismo do Agente Comunitário de Saúde na Estratégia Saúde da Família e sua competência ou a falta dela, no desenvolvimento das ações de promoção da saúde, tem sido foco de constantes reflexões e estudos. Considerando competência como: "saber, saber-fazer e saber ser", observamos que estes profissionais estão tão adoecidos quanto aqueles a quem se propõem cuidar. Acreditando ser possível empoderá-los para melhor cuidar de si, consequentemente, tornando-os melhores cuidadores dos outros, propusemos a intervenção - "Primeiro Eu: empoderamento de Agentes Comunitários para o protagonismo na promoção da saúde". Uma oportunidade de parar, olhar para si, analisar suas ações e concepções sobre o cuidar-se, refletindo sobre a promoção da saúde, reconstruindo e resignificando conhecimentos e protagonismos. Participaram desta intervenção, 13 ACS integrantes das duas equipes da Estratégia Saúde da Família do Centro de Saúde Dr. Antonio Guanaré, localizado no distrito sanitário do Coroadinho, município de São Luís, MA. Realizamos seis encontros, sendo cinco deles oficinas de protagonismo, nomeadas: Eu e o Meu Umbigo; Eu Caçador de Mim; Olhai e Vigiai Todos Vós; Espelho, Espelho Meu, Existe Melhor Cuidador de Mim do que Eu?; e Dia D’EU. Nestas oficinas, foram propostas metodologias ativas tais como: entrevistas, dinâmicas de grupo, atividades de dispersão e construção de registros individuais em diários de bordo. Os resultados mais evidentes desta experiência de protagonismos diversos, percebidos nos registros e comportamentos observados, foi a ampliação do autoconhecimento e a reflexão da situação de saúde individual e sua relação com o protagonismo na promoção da saúde, a necessidade de se programar melhor e planejar o cuidado de si com o detalhamento de tempo e frequência de execução, a construção de um plano de cuidados individual fundamentado no levantamento e mapeamento de riscos e co - morbidades.

Palavras-chave: Intervenção. Empoderamento. Agentes Comunitários. Protagonismo. Promoção da Saúde.

Voltar ao topoVoltar