Início do conteúdo

PROMOÇÃO DA SAÚDE DA PESSOA IDOSA: COMPREENSÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO

O envelhecimento populacional brasileiro é resultado das transformações epidemiológicas e demográficas, com diminuição da mortalidade e fecundidade e aumento da expectativa de vida. A construção de uma sociedade alicerçada para fornecer suporte à população idosa, nos aspectos da assistência social, familiar e de saúde, torna-se essencial. A promoção da saúde entendida, no estudo, como a capacidade da comunidade de atuar na busca de uma melhor qualidade de vida foi o ponto de partida para essa investigação. Objetivou-se conhecer as ações de promoção da saúde desenvolvidas pelos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) em relação à pessoa idosa. Estudo exploratório, com abordagem qualitativa, realizado em Juazeiro do Norte, Ceará, no distrito V, com 12 equipes da ESF. Participaram do estudo 19 profissionais (nove enfermeiros, quatro médicos e seis dentistas) que atenderam aos critérios de inclusão para o estudo. A coleta de dados aconteceu por meio de entrevista semiestruturada, gravada, após parecer do CEP, conforme número 501.675. Após transcrição na íntegra das falas, os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo, organizadas em duas categorias intituladas: compreensão dos profissionais da ESF sobre a promoção da saúde e ações da promoção da saúde na terceira idade, discutidas por meio da literatura estudada. Foram respeitados os preceitos éticos e legais sobre as pesquisas com seres humanos, atendendo a Resolução 466/2012. Sobre a compreensão da promoção da saúde, o estudo revelou concepções de prevenção, educação em saúde e qualidade de vida, como também o de autocuidado, a fuga da medicalização, a cultura de paz e a troca de saberes. Percebeu-se, porém, compreensão de promoção da saúde ainda associada ao modelo “medicalocêntrico”, voltado para atenção “compartimentalizada”, sendo a assistência realizada por grupos considerados de risco, contrariando a visão integral da mesma. Procurou-se conhecer as ações de promoção da saúde realizadas pelas equipes da ESF, como eram articuladas essas ações e as ferramentas utilizadas para realizá-las. Foram reveladas ações de caráter coletivo, como atividades com grupos, reuniões, roda de conversa, palestras e orientações em sala de espera. Trazendo, ainda, outras de cunho ede de apoio à saúde da pessoa idosa, de forma compartilhada entre profissionais, gestores e comunidade, a fim de organizar os serviços para que ações de promoção de saúde aconteçam de forma adequada e, sobretudo, que as pessoas idosas possuam serviços qualificados em todos os níveis de assistência.

Palavras-chave: Idoso. Promoção da Saúde. Atenção Primária. Saúde da Família.

Voltar ao topoVoltar