Início do conteúdo

REORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE TRABALHO NA ATENÇÃO BÁSICA: promovendo a participação e o controle social

RESUMO: A participação e o controle social na saúde, sobretudo, na Estratégia Saúde da Família, estão no cerne deste estudo. Objetivou-se potencializar a participação social nas ações realizadas pelos profissionais de saúde no contexto da Estratégia Saúde da Família do município de Ipaporanga (CE). Tendo em vista que se identificou a necessidade ampliar o escopo da participação social no âmbito municipal. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo pesquisaação com caráter interventivo na Unidade Básica de Saúde- Centro do referido município. A coleta de dados ocorreu através da observação direta, com anotações em diários de campo, bem como se utilizou da técnica entrevistas semi-estruturada com base no roteiro, em anexo. O referencial teórico-metodológico utilizado para análise dos dados foi a partir de Bardin Análise Temática de Conteúdo. Com a finalidade de respaldar a intervenção recorreu-se ao método Arco de Maguerez. Esta resultou em reorganização do processo de trabalho, a fim de instigar a participação comunitária e, por conseguinte, o controle social para além dos espaços institucionalizados, no cotidiano de trabalho, nas atividades individuais, principalmente, nas abordagens grupais. Incorporou-se ao trabalho grupal metodologias ativas, como círculo de cultura, além despertou a necessidade de um maior aprofundamento sobre a educação popular. Portanto, considera-se a contribuição e relevância para reflexões da práxis, deslocamentos para longe da zona de conforto cotidiana que se materializou em ganhos e conquistas, seja pelo fato de gerar mudanças na forma de pensar e perceber a participação e o controle social, ou na prática profissional.

 

Palavras-chave: Atenção básica. Processo de trabalho em saúde. Participação e controle social.

Voltar ao topoVoltar