Início do conteúdo

SOBRECARGA DO CUIDADOR FAMILIAR DE IDOSOS NA QUARTA IDADE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

RESUMO

O envelhecimento humano é um fato real e mundialmente a longevidade vem aumentado. No Brasil, a população crescente a partir de 80 anos é alvo de doenças crônicas não transmissíveis, podendo causar limitações. Surge nesse contexto a figura do cuidador familiar, que serve de apoio e ajuda a idosos. O cuidar geralmente é assumida por uma única pessoa da família, que experimenta um fardo considerável de atividades, ocasionando sobrecarga. Objetivo: Analisar a sobrecarga dos cuidadores familiares de idosos na quarta idade, na Estratégia de Saúde da Família em São Bernardo - MA; Método: Estudo descritivo, analítico, transversal com abordagem quantitativa, no qual participaram 170 cuidadores familiares e idosos sob seus cuidados. Os dados foram coletados por meio de 02 questionários semiestruturados para identificar o perfil socioeconômico, demográfico e de saúde do idoso e cuidador e a escala de Zarit Burden Interview (ZBI) para avaliar a sobrecarga do cuidador. Resultado: Na caracterização dos idosos obteve-se a maioria mulheres (61,18%), entre 85 a 89 anos (37,65%), baixa escolaridade, viúvas (77,65%), com renda de 1 a 3 salários mínimos (96,47%), aposentados (100%), além da maioria possuir problemas de saúde (95,29%), com predomínio de doenças crônicas como hipertensão (38,24%) e diabetes (21,18%). Os cuidadores familiares (85,88%) eram do sexo feminino, (76,31%) com a faixa etária de 51 a 60 anos, (38,82%) com baixa escolaridade, casados (61,17%), com renda familiar mensal inferior a um salário mínimo (77,65%), do lar (75,29%), filhas (43,52%), prestavam cuidados ao idoso há mais de 10 anos (37,65%), residiam no mesmo domicílio do idoso (91,76%), com sobrecarga moderada à severa (90,59%). As variáveis anos de estudos, viver com o idoso e a percepção dos cuidadores com relação à sua saúde foram estatisticamente significativos para a existência de sobrecarga. Conclusão: Ao analisar a sobrecarga dos cuidadores familiares de idosos na quarta idade, identificou-se os cuidadores com sobrecarga elevada, enfrentavam vários problemas de ordem física, emocional, financeira e social, sendo necessário que os profissionais de saúde desenvolvam estratégias direcionadas à prevenção da sobrecarga dos cuidadores, elaborando intervenções que contribuam para a melhoria da qualidade de vida do cuidador e que possam refletir positivamente no cuidado prestado ao idoso.

Palavras chaves: Idoso. Cuidador. Saúde da família.

Voltar ao topoVoltar