Início do conteúdo

UMA ANÁLISE DA INTEGRAÇÃO DAS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE NOS ESTADOS DO CE, PI E RN.

RESUMO

A pesquisa apresenta uma discussão sobre a integração das Redes de Atenção à Saúde (RAS) nos Estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte. Tem como objetivo geral Analisar a integração das Redes de Atenção à Saúde através do ordenamento e definição de fluxo de atendimento, na perspectiva do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica PMAQ-AB nos Estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte. Apresentando como objetivos específicos Identificar se há registro dos usuários de maior risco encaminhados para outros níveis da atenção à saúde, assim como Estimar a disponibilização dos mecanismos e instrumentos de regulação na integração das Redes de Atenção à Saúde nesses Estados. O estudo é transversal, descritivo com uma abordagem quantitativa, fazendo parte da avaliação externa do PMAQ-AB no ano de 2013, do Ministério da Saúde que teve como base a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os dados utilizados são todos secundários de todas as 1.702 Equipes de Saúde da Família que aderiram ao PMAQ-AB nos Estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, perfazendo um total de 422 Municípios dos mesmos Estados. A coleta desses dados foi realizada no período de outubro a dezembro de 2013. A análise descritiva dos dados foi realizada por meio de frequências absolutas e relativas das variáveis, através do programa Statistic Package for Social Sciences (SPSS) for Windows, versão 22.0.0. Os resultados mostram que para uma melhor efetivação das Redes de Atenção à Saúde nos Estados estudados é a implantação de uma logística que seja capaz de identificar os usuários por meio de um simples cartão de identificação de ações relevantes a sua assistência integral em outros níveis de atenção a saúde por um prontuário eletrônica. Assim todo esforço desprendido na pesquisa contribuiu para o fortalecimento do processo de monitoramento e avaliação na perspectiva de mudança de atitude de alguns gestores e, ou profissionais inseridos na Estratégia Saúde Família avaliadas, tendo sido visualizada a participação popular enquanto estratégia de controle social.
Palavras chaves: Integração, Redes e Atenção à Saúde.

Voltar ao topoVoltar